5 dicas de Will Gompertz para pensar como um artista


Em seu livro "Pense Como um Artista", o editor de artes da BBC Will Gompertz compartilha dicas para ter uma vida mais criativa dentro e fora do próprio campo das artes.

Livro Pense como um artista (Will Gompertz)
Na foto: livro "Pense Como um Artista" de Will Gompertz

Se você gosta de arte e gosta de ler, é provável que já tenha cruzado com algum dos livros de Will Gompertz por aí. O editor de arte da BBC e ex-diretor de comunicação da Tate Gallery é reconhecido por tornar a arte acessível através das suas publicações - e o seu livro "Pense Como um Artista", lançado em 2015, não fica para trás e dá preciosas dicas sobre criatividade que servem para qualquer pessoa. 

A criatividade não é só para os "artistas"!

Como já falamos por aqui, ser um artista não significa necessariamente saber desenhar, pintar ou estar envolvido com outra forma de expressão artística. Qualquer área, da própria arte à engenharia, pode se beneficiar com um pouquinho de criatividade - e foi pensando nisso que Gompertz analisou ao longo do livro a trajetória de alguns dos maiores artistas da história para provar que qualquer pessoa pode e deve começar a tomar decisões de forma mais criativa. 

Entre tantas outras, aí vão algumas das dicas que dão uma nova perspectiva sobre o que significa pensar como um artista:

Os artistas roubam. 

Quando se trata de criação, é impossível fazer um trabalho 100% original. Por isso, é completamente normal incorporar elementos do trabalho de outras pessoas  e levá-los para outros rumos a partir da sua própria experiência. Como já dizia Isaac Newton, "se consegui ver mais longe, foi porque subi nos ombros de gigantes". 

Claro que é sempre importante fazer a diferenciação entre o "roubo" do artista e o plágio: copiar o trabalho de outra pessoa na íntegra e chamá-lo de seu nunca vai ser bem visto, seja na arte ou em qualquer outro campo. 

Os artistas não fracassam. 

Não há dúvidas de que qualquer pessoa de sucesso tem uma lista enorme de momentos na vida em que errou ou se sentiu fracassada. O erro é inevitável, mas não é sinônimo de fracasso. A partir dele, é possível identificar os pontos de falha e trabalhar em algo novo que evite os erros já cometidos e mantenha as partes boas das experiências anteriores. 

Os artistas são curiosos. 

É sempre a partir de pontos de interesse pessoais que nascem as melhores ideias. Para que isso aconteça, no entanto, é necessário esforço, dedicação e, principalmente, curiosidade. É o próprio movimento de buscar saber mais que incita a imaginação a produzir novas ideias, e fazer isso com as coisas que você ama torna o processo ainda mais natural. 

Os artistas são empreendedores. 

Apesar de trabalhos criativos representarem, na maioria das vezes, conexões emocionais com a história do artista, eles também precisam de planejamento para que possam sair do seu círculo pessoal e conquistar o mundo. Para conseguir mudar as coisas à sua volta, o artista deve seguir os mesmos passos de um empreendedor, sabendo reconhecer o valor do seu trabalho e estando disposto a correr riscos pela chance de progresso.

Os artistas são confiantes. 

O que diferencia o artista das outras pessoas não é a criatividade em si, mas sim o propósito e a coragem de acreditar no que se faz. Ele cria um canal para investir seus interesses e joga o seu trabalho no mundo, sabendo que o mais importante sempre vai ser a sua própria visão sobre o que criou. 

Pra saber mais…

No meio dessas e muitas outras dicas e histórias inspiradoras, Will Gompertz restaura a motivação do leitor para sair da zona de conforto e mudar o mundo através da criatividade. Acho que por aqui já nem precisaria mais dizer que super recomendo a leitura completa, principalmente para quem ainda cisma em achar que não têm nada de "artista" em si.

Publicação por 
Renata de Camargo

8 comentários


  • Gabie

    Que post incrível, ansiosa para os próximos posts e bem-vinda Re a família Domingos. Empório criativo cada dia mais superando as minhas expectativas!


  • Ariadne

    Amei esse post me ajudou a refletir essa semana fiquei pensando como posso ser mais criativa desenhar sem copiar dos outros mais reparei que nenhum desenho fica igual o outro então eu crio também antigamente eu era bem criativa fiz com 10 anos um projetor com caixa de papelão agora estou assistindo uma série chamada Bia da Disney e está me ajudando muito a Bia é uma artista isso me ajuda a ver o mundo por outro ângulo
    Obrigada Fernanda você me ajudou muito você é a minha youtuber favorita


  • Iseul Nascimento

    Que post maravilhoso! Todos de alguma forma somos artista, é uma liberdade maravilhosa.


  • Natasha

    Amei! Ja sei qual livro ler agora, obrigada pelas dicas.


  • Grazielle

    Amei a postagem e é muito bom esse novo blog do site. Ficou ótimo! Postagem excelente


Deixe um comentário